Argumentos que não deveriam ser usados por quem é a favor do Aborto – Vlog #03

Quantas discussões surgem nas redes sociais quando falamos de aborto, não?

Para quem defende a descriminalização / legalização do aborto, alguns argumentos que são normalmente usados podem dificultar o diálogo, se tornando falhos e generalizados, quando o tema deveria ser tratado de outra maneira.

O aborto é um assunto complicado, que pode afetar os direitos das mulheres. Mas também questionamos se a atitude é ética ou não. Ao nos aprofundarmos mais, podemos perceber quantas questões podem ser discutidas diante do mesmo tema e percebemos que nem a ciência e nem a religião podem nos explicar quando a vida começa.

Vemos que cada um que passa por este tipo de experiência pode ter uma visão positiva ou negativa sobre isso. Sendo assim, é importante que cada vez mais pessoas comecem a se engajar em projetos de conscientização para a prevenção do aborto.

Argumentos não convincentes:

– Xingar de fascista ou machista, em um discurso de ódio. Porque seria agir igual a quem é contra o aborto ao dizer: “Você é um assassino de crianças”, “abortista”, entre outros

– Falar do empoderamento feminino dizendo que “a mulher tem autonomia e liberdade para o corpo dela”. Uma vez que as pessoas mais conservadoras focam na questão do feto ser uma vida.

– Dizer que é um problema de saúde pública. Pois, já partem do princípio de que aquilo é certo, mas não pensam se é ético ou não e se poderíamos mesmo interromper uma gravidez

– Pegar um caso de aborto e generalizar, porque cada mulher que toma essa atitude tem sua própria experiência

(Visited 86 times, 1 visits today)

About The Author

Postagens Relacionadas